Portal CNPq: Observatório das Metrópoles lança e-book sobre Metrópole de Curitiba

Portal CNPq divulga livro "Curitiba: transformações urbanas"

O Brasil não é só urbano, é também um país cada vez mais metropolitano. A rede urbana brasileira é composta hoje de 13 cidades com mais de um milhão de habitantes, megacidades (São Paulo e Rio de Janeiro), 52 Regiões Metropolitanas e 9 aglomerações urbano-regionais.

Diante desse contexto e com o objetivo de aprofundar o debate sobre o papel metropolitano no desenvolvimento nacional, o Observatório das Metrópoles promove o lançamento do e-book “Curitiba: transformações na ordem urbana”, primeiro livro da Série “Metrópoles: transformações urbanas”.

A série representa o maior projeto do Observatório das Metrópoles no âmbito do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT/MCT&I). Segundo o coordenador nacional da Rede, Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro, o Observatório vem acumulando expertise sobre a temática metropolitana há mais de 15 anos, a partir da consolidação de um trabalho em rede multidisciplinar, de produção de conhecimento científico, de metodologias e ferramentas para a pesquisa da questão metropolitana.

“Para o coletivo de pesquisadores do Observatório, qualquer estratégia de desenvolvimento nacional está fortemente condicionada à capacidade da sociedade brasileira em enfrentar os desafios urbanos, sociais e ambientais que se manifestam de forma multifacetada e multiescalar nas metrópoles brasileiras”, afirma.

Curitiba urbana: mudanças e permanências (1990-2010)

A metrópole de Curitiba manteve, no período 1990-2010, processos de periferização e segregação socioespacial, além da inexistência de uma gestão metropolitana. Segundo as organizadoras do e-book Olga Firkowiski e Rosa Moura, o território da RMC também vivenciou mudanças, como novos arranjos econômicos e sociais – especialmente o Distrito Industrial em São José dos Pinhais que alterou o fluxo metropolitano –, além da intensificação da mobilidade pendular.

“Curitiba: transformações na ordem urbana” aborda questões como transição demográfica, mercado de trabalho e economia, espaços informais de moradia e as ações do Programa Minha Casa Minha Vida, o mercado imobiliário, mobilidade urbana, bem-estar urbano, governança e gestão metropolitana, entre outros.

Comments are closed.